Em busca do tetra, Bahia enfrenta o Ceará pela Copa do Nordeste

Foto: Reprodução

Em busca do quarto título da Copa do Nordeste, o Bahia entra em campo nesta terça-feira, contra o Ceará, com o desafio de superar a boa vantagem do adversário e fazer o que nunca conseguiu na história da competição: reverter derrotas em decisões.

O Tricolor jamais superou o placar adverso nos primeiros jogos para ficar com os títulos. Em Pituaçu, às 21h30, tem nova oportunidade de quebrar a marca negativa.

Na história da Copa do Nordeste, o Bahia acumula três títulos, conquistados em 2001, 2002 e 2017. Em nenhuma destas conquistas teve que reverter derrotas em partidas de ida, situação que aconteceu nos vice-campeonatos de 2018, 2015, 1999 e 1997.

Mas a própria história da Copa do Nordeste mostra que superar derrotas nos jogos de ida é algo raro. Em decisões com duas partidas, apenas o América-RN, em 1998, conseguiu reverter o 2 a 1 aplicado pelo Vitória no primeiro jogo e ficou com o título.

Títulos do Bahia na Copa do Nordeste:

  • 2017 – Empatou com o Sport na ida e venceu por 1 a 0 na volta;
  • 2002 – Venceu o jogo de ida por 3 a 1 e empatou na volta em 2 a 2;
  • 2001 – Venceu o Sport em jogo único por 3 a 1.

O triunfo Ceará por 3 a 1 no jogo de ida obriga o Bahia a vencer com, pelo menos, dois gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis. Não há critério de gol fora de casa nesta edição do Nordestão.

Bahia x Ceará, 2º jogo da Final da Copa do Nordeste

Quando: terça-feira, 04 de agosto;
Local: estádio de Pituaçu, Salvador;
Horário: 21h30 (local);
Time provável: Anderson, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Flávio e Rodriguinho; Élber, Rossi e Fernandão;
Desfalques: Gilberto e Douglas (lesão);
Pendurados: Daniel, Flávio, Gregore, João Pedro e Rossi;
Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN) apita o jogo auxiliado por Jean Marcio dos Santos (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN). Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) é o árbitro de vídeo, que tem como assistentes Antonio Dib Moraes de Sousa (PI) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE).

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Bahiaço 2581 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*