Bahia descarta repatriar Mendoza ‘fora da realidade’

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O sonho de repatriar o atacante Mendoza chegou ao fim, pelo menos nesta temporada. O presidente Guilherme Bellintani, descartou um acerto com o jogador ‘não tem a menor chance’.

No começo desde ano, o clube foi novamente consultar o Amiens, da França, para saber valores desejados pelo clube e tentar um acordo por empréstimo.

Mas, segundo o presidente Guilherme Bellintani, um acerto pelo jogador é visto como impossível pelos atuais valores de uma possível transação. Além disso, os franceses não têm nenhum interesse em emprestá-lo.

“Na verdade, a gente tenta trazer Mendoza de volta desde que ele foi embora. É um jogador muito interessante, tem identidade com o clube, mas não tem a menor chance. Hoje se avalia o mercado dele para sair do Amiens é por 6 a 8 milhões de euros. Completamente fora da realidade do Bahia. Ele já recebeu proposta na França neste patamar e não saiu”, avaliou o presidente, em entrevista ao Canal do Nicola.

“É um jogador com identidade com o clube, ele gosta muito, nos falamos muito. Mas é tipo aquela namorada distante que sempre manda um ‘oi sumido’ para ver se está tudo bem, mas a gente sabe se este relacionamento a curto prazo não tem como. Ele é um dos jogadores que vão embora, criam identidade com o clube, com a torcida. Quem sabe um dia, mas no curto prazo é impossível”, complementou.

Stiven Mendoza deixou sua marca durante passagem pelo clube na Série A de 2017. Desde então, a diretoria tricolor mantém interesse em repatriar o jogador colombiano.

Em 31 partidas disputadas com a camisa do Esquadrão, o atacante colombiano marcou oito gols.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Bahiaço 1990 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*