Bahia projeta marca de 50 mil sócios para 2020

A diretoria do Esporte Clube Bahia apresentou aos sócios a previsão orçamentária para a próxima temporada, com uma previsão de R$ 179 milhões em receita bruta, um valor de R$ 36 milhões a mais do que aprovado para este ano de 2019.

No plano apresentado, o Bahia projeta um lucro de R$ 68 milhões em cotas televisivas, R$ 1,9 milhão com loterias, R$ 10 milhões com a arrecadação da loja virtual e física e R$ 13 milhões em patrocínio.

Outra meta da diretoria para a próxima temporada, é alcançar a marca histórica de 50 mil sócios torcedores, com uma projeção de R$ 27 milhões em arrecadação.

Tricolor mantém pés no chão com premiação

Assim como em 2019, o Bahia tem sido conservador nas expectativas de premiação nos torneios que a equipe vai disputar em 2020. No orçamento apresentado, o clube projeta chegar no mínimo na semifinal da Copa do Nordeste.

Na Copa do Brasil, o tricolor espera avançar pelo menos três fases. Já na Sul-Americana a previsão é de avançar apenas uma fase. O clube mantém os pés no chão para não se frustrar com receita “perdida”.

Despesas

O Tricolor planeja gastar R$ 6 milhões com a Cidade Tricolor e o Fazendão. O futebol feminino custará R$ 700 mil, um aumento de 25% em relação ao investimento feito em 2019. O repasse ao Profut, para abater dívidas fiscais, ficará na ordem de R$ 5 milhões.

Para acordos trabalhistas, as despesas provisionadas são de R$ 8,5 milhões para a próxima temporada.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*