“Cinco substituições não são obrigatoriedade”, diz Roger Machado

Treinador comentou sobre as críticas que vem sofrendo pela falta de variação tática.

Foto: Reprodução

Criticado por parte da torcida com os últimos resultados em campo contra Ceará e Jacuipense, o técnico Roger Machado não fez todas as alterações que tinha direito mesmo com a equipe não rendendo o esperado.

Sobre as poucas mudanças que fez na equipe, o treinador disse que não é obrigado a fazer cinco substituições por jogo:

Substituição é por opção, não é por obrigatoriedade. Além disso, foi a primeira partida da decisão. As que eu fiz foram para renovar nosso ataque. Tirei um volante defensivo e coloquei o Danielzinho mais à frente. Estávamos com um meio campo para frente e ofensivo”, disse Roger Machado.

Apesar de ter poucas chances claras de gol, para Roger, o Bahia criou o suficiente para vencer o adversário, considerando as condições da partida.


Saiba como ganhar dinheiro com jogos do Bahia!


“Os times que chegam a essas fases da competição são melhor ajustadas defensivamente, permitindo pouco espaço para jogar. Nós chegamos com bastante lucidez no final do campo. Não vi uma produção tão pequena para uma final de campeonato”, explicou o treinador.

Agora, o Bahia de Roger tem a dura missão de vencer por pelo menos dois gols de diferença o jogo de volta na próxima terça-feira (4) e, assim, forçar uma decisão por pênaltis. Se quiser ser campeão no tempo regulamentar, o Tricolor precisa vencer por três gols.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Bahiaço 2581 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*