Marcelo Guimarães Filho recorre e TJ-BA suspende multa de R$ 1 MI

Bahia cobra o pagamento de R$ 44 milhões a MGF por supostas irregularidades entre 2009 e 2013.

Foto: Reprodução

Em ação movida pelo Esporte Clube Bahia buscando ressarcimento pelos danos causados ao clube, ex-presidente destituído Marcelo Guimarães Filho havia sido condenado a pagar quase 1 milhão de multa por usar indevidamente recurso para tentar atrasar o andamento do processo.

Nesta quinta-feira (16), a Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) decidiu suspender a multa. No relatório, o desembargador José Cícero Landin Neto entende que a aplicação da multa de 2% sobre o valor da causa deve ser afastada, pois, no entendimento da Corte, não foi identificado o abuso sustentado nos autos do processo que culminou pela multa aplicada pela 1ª Vara Cível de Salvador.

Contudo, a decisão ressalta que apenas a aplicação da multa foi suspensa, uma vez que os demais fatos e fundamentos serão analisados “com maior profundeza, quando do julgamento do mérito deste recurso”.


Saiba como se dar bem duplamente com triunfos do Bahia!


O Bahia cobra o pagamento de R$ 44 milhões a Guimarães Filho por supostas irregularidades entre 2009 e 2013, período em que ele presidiu o clube. Dentro desta ação, o ex-dirigente foi multado, em julho, em 2% do montante de R$ 44 milhões – mais precisamente R$ 880 mil – numa decisão interlocutória da Justiça, em Salvador.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Sobre Bahiaço 2757 Artigos
Veiculo informativo independente sobre o Esporte Clube Bahia

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*