Com contratos perto do fim, Giovanni e Arthur Caíke dificilmente ficam no Bahia

Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia

Com contratos perto do fim, o lateral esquerdo Giovanni e o atacante Arthur Caíke dificilmente vão ter os seus vínculos renovados para permanecerem no Esquadrão.

Você conhece o canal Bahiaço no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Bahiaço também no Instagram

O caso mais emblemático é o do atacante. Contratado por empréstimo do Al-Shabab, clube da Arábia Saudita, no início da temporada passada, Arthur Caíke virou uma espécie de 12º jogador do tricolor. Ao todo, ele participou de 54 jogos e marcou nove gols com a camisa azul, vermelha e branca.

O Bahia chegou a iniciar conversas para manter Arthur Caíke no elenco, mas as negociações foram travadas após a pandemia e dificilmente serão retomadas. A diretoria tem até o dia 30 de junho, que é quando o contrato do jogador se encerra, para tentar um novo vínculo, mas diante do cenário de prejuízos por conta do coronavírus, a tendência é de que o camisa 77 volte ao Al-Shabab.

Para a posição em que Arthur Caíke costuma ser utilizado por Roger Machado, o Bahia conta com os atacantes Clayson, Rossi e Élber, além de Gustavo, que vai ser incorporado ao elenco principal.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

No caso do lateral Giovanni, o adeus está ainda mais próximo. O contrato do jogador com o Bahia chega ao fim no próximo dia 31, mas o atleta nunca esteve nos planos do clube para a atual temporada.

Giovanni segue os treinamentos à distância e com orientações da comissão técnica, além de manter a forma física.

Giovanni chegou ao Esquadrão em julho do ano passado e fez apenas dez jogos. Ele acabou se machucando durante o Brasileirão e desfalcou o time na reta final do torneio. Antes da paralisação do calendário, Giovanni já estava recuperado da lesão e iniciava os trabalhos com bola. Ele não foi relacionado para nenhum jogo esse ano.

Para o setor, o Bahia conta com Juninho Capixaba e Zeca, além do garoto Mayk que vinha atuando pelo time de aspirantes.

LEIA TAMBÉM


Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*