Jádson fala sobre conquistar “coisas grandes” pelo Bahia

Volante Jádson foi apresentado nesta segunda-feira | Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

O volante Jádson foi apresentado nesta segunda-feira (13) no CT Evaristo de Macedo. Emprestado até o final da temporada, o jogador falou em dar uma volta por cima em sua carreira com a camisa tricolor.

Em apresentação oficial à imprensa, na Cidade Tricolor, o novo jogador do Esquadrão falou sobre seus objetivos no clube, características de jogo e avaliou a concorrência por posição.

Busca por redenção

Depois de um doloroso rebaixamento à Série B, junto com o Cruzeiro, Jádson vê no Bahia a oportunidade de deixar o ano ruim para trás conseguir uma temporada de destaque individual e coletivamente.

“Foi um ano ruim coletivamente. Mas um rebaixamento nunca é só de um jogador. Clube quando é rebaixado reflete aquilo que vem lá atrás. Futebol não é só o que se vê nas quatro linhas. Quem acompanhou o Cruzeiro viu que foi um ano difícil. Hoje no Bahia é uma oportunidade de dar volta por cima, deixar o ano de 2019 para trás”, falou o jogador.

Estilo de jogo

Sobre suas características de jogo, Jádson diz que se vê como um segundo volante. Ou seja, um jogador com obrigações de marcação, mas que possui facilidade para chegar ao campo ofensivo.

Assim como vem sendo falado por jogadores tricolores, o meio-campista também disse que busca conquistar grandes em 2020.

“Sou um volante, um segundo volante que gosta de ficar com a bola, dinâmico, versátil. Estou aqui para ser útil ao que o Bahia precisar. Estou aqui para apoiar esse projeto que o Bahia tem feito e quero fazer parte de uma coisa grande”.

“Eu gosto de chegar na frente, embora não marque tantos gols como deveria. Gostar de estar na frente, espero que esse ano as coisas comecem a dar certo e comece a marcar gols também”.

Concorrência por posição

“Estou aqui para ser útil. Independente se for com Gregore ou com outro jogador. Importante é estar aqui e fazer parte desse projeto. É um projeto grande, de colocar o Bahia de volta no topo do futebol brasileiro. Uma das camisas mais tradicionais de nosso futebol”.

Companheiros conhecidos

“Já joguei com o Daniel no Fluminense, com o Clayson, Nino, Elton. Tem bastante jogadores que tive a oportunidade de dividir o vestiário. Espero que esse ano seja mais feliz do que foram os anos anteriores”.

Jádson assinou contrato de empréstimo válido por uma temporada.

Faça seu Comentário

Deixe sua opinião abaixo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*